07
maio
08

Artigo publicado em 03/05/2008

Olá pessoal – como alguns participantes da oficina não tiveram acesso ao artigo de opinião que publiquei no sábado passado, aqui está a reprodução.

.

Blog do Outra Pauta já está na Web

Prof. Dr. Silvio Demétrio

 

Desde quarta-feira passada o blog do caderno Outra Pauta está disponível como um canal de interação com seus leitores no endereço eletrônico ( HTTP//outrapauta.wordpress.com ). O projeto do blog foi desenvolvido pelo artista gráfico e publicitário Douglas Menegazzi, que também é responsável pela programação visual e diagramação do Outra Pauta.

A idéia é ampliar o alcance da experiência que a nossa oficina de reportagem tem alcançado com seu público leitor. Como a circulação do Outra Pauta fica restrita a Cascavel, percebeu-se a necessidade de disponibilizar o conteúdo produzido pelos alunos participantes através da internet. Contribui para isto o fato das mensagens que recebemos dos leitores que se manifestaram principalmente através de telefonemas à redação. Em função dessa necessidade também estamos agora com um e-mail próprio do caderno  ( outrapauta@gazetadoparana.com.br ).

Vão estar disponíveis no blog as edições anteriores do Outra Pauta em formato PDF. Na medida do possível vou estar postando flashes sobre nossas reuniões semanais e sobre o processo de produção do caderno. Dessa maneira entramos numa dimensão de interatividade com nosso público, tornando a experiência o mais aberta possível.

A referência que tomamos como parâmetro aqui é a revista Wired – publicação americana pioneira na editoria de assuntos ligados à cultura digital cujo um dos editores é Steve Silberman, figura ligada à Eletronic Frontier Foundation – uma organização militante em prol da liberdade no ciberespaço fundada pelos “deadheads”, comunidade de fãs do Grateful Dead, banda síntese da contracultura dos anos 60. A publicação, que hoje se tornou uma referência obrigatória para se entender as transformações do mercado editorial, inovou na década de 90 ao se constituir como a primeira experiência de hibridização entre o mercado editorial do impresso com a abertura própria das novas tecnologias digitais da internet.

Durante a elaboração dos números da revista que vão ser impressos para ganhar as bancas de jornais de todo o mundo, a Wired é uma experiência de edição em hipertexto – todo o seu conteúdo – pautas, material de pesquisa dos jornalistas, elenco de fontes a serem ouvidas, temas de reportagens, etc – tudo admite a interação com a perspectiva do leitor, que assim se torna co-participante no processo de elaboração da revista. O resultado é um sucesso pioneiro e sustentável porque absolutamente inovador e antenado com as possibilidades das novas tecnologias.

O principal significado da Wired em termos editoriais diz respeito a uma visão mais ampla e menos partidária de um determinismo tecnológico dos apocalípticos de plantão. A internet necessariamente não veio para suplantar as mídias existentes e consolidadas. Uma nova tecnologia não anula necessariamente as anteriores, e sim, cria novos agenciamentos, novas articulações. O que de fato acontece com a emergência de um novo meio é a reacomodação dos anteriores em novas combinações. Foi assim com a entrada da TV em relação ao rádio e ao jornal impresso e tem se mostrado não muito diferente com a Web. Talvez a tradução do nome da primeira revista sobre cultura digital já pressupunha este significado: wired – ligado (portanto, também articulado, conectado). A internet é uma nova forma de agenciar as mídias tradicionais, de criar novas complementaridades, fusões

O projeto Outra Pauta não deixa de ter essa preocupação em se tornar também uma experiência participativa para seus leitores, assim como tem sido uma oportunidade de criação para os que produzem o primeiro caderno de jornalismo narrativo do interior do estado do Paraná. É com esse espírito que pedimos aqui nesse espaço a participação de todos vocês leitores que têm nos prestigiado todas as segundas-feiras.

Nosso blog é um espaço reservado para a manifestação de sua palavra e opinião. Também é uma extensão do aspecto de formação de um pensamento crítico sobre o ofício do jornalismo que acontece em nossas reuniões. A manifestação de alunos dos cursos de comunicação que ficam em cidades próximas a Cascavel foi determinante nesse sentido. O suporte e incentivo dos amigos do caderno Gazeta Alt sem dúvida tem sido uma grande motivação.

Fazer jornalismo é algo que só se aprende com um primeiro entendimento da natureza social, logo coletiva, da dimensão do trabalho. Nossos resultados são todos coletivos. Da sugestão de pauta de um colega de redação ao cidadão anônimo que concorda em se deixar fotografar num instantâneo das ruas da cidade; do técnico que mantém os sistemas funcionando até os gráficos e intercaladores; da administração aos entregadores que fazem o jornal chegar às mãos dos leitores, tudo, absolutamente tudo só tem significado como experiência coletiva.Queremos que você leitor se sinta incluído e entenda nosso blog do Outra Pauta como uma possibilidade a mais desse sentido coletivo do fazer jornalístico.

Anúncios

0 Responses to “Artigo publicado em 03/05/2008”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: