06
maio
08

destruir legal…

“(…) O pólo revolucionário do fantasma de grupo aparece, ao contrário, na potência de viver as próprias instituições como mortais, de destruí-las ou de muda-las segundo as articulações do desejo e do campo social, fazendo da pulsão de morte uma verdadeira criatividade institucional. Porque é realmente este o critério, pelo menos formal, de diferenciar entre a instituição revolucionária e a enorme inércia que a lei comunica às instituições em uma ordem estabelecida.” (Gilles Deleuze e Félix Guattari em “O Anti-Édipo” p.86)

Anúncios

0 Responses to “destruir legal…”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: